Segunda-feira, 9 de Julho de 2007
Pois é, sou uma dos 500 mil desempregados deste país... Aliás sou o verdadeiro estereótipo do desempregado português, ora vejam:

Sou mulher ( o desemprego "ataca" mais o sexo feminino)
Sou jovem (<30 anos) (Idem)
Sou licenciada (tragicamente, em Portugal ser licenciado é sentença de desemprego)
E vivo na zona Norte (desgraça das desgraças!)

Bem, e como fiquei desempregada por razões alheias à minha vontade ( a empresa foi a falência!!!), tenho direito ao subsídio-que-nem-dá-p'á-renda-da-casa-de-desemprego, que a seg. social, gentilmente me concede, sempre em dia mistério a designar, normalmente quando a minha conta já está sem saldo há 15 dias ou mais.

Mas isto do gentilmente é um eufemismo. Na verdade, para ter direito a esta miséria-sem-a-qual-não-posso-passar-porque-tenho-contas-p'a-pagar, estou condenada (qual criminosa) a apresentações periódicas quinzenais na minha junta de freguesia, onde apresento um papel, p'a me darem outro papel, p'a voltar daí a 15 dias e mostrar esse papel, p'a ter direito a outro papel.
Sem falar das convocatórias que o centro de emprego me envia periodicamente, para me apresentar sem falta no dia x, "caso não compareça perde o direito ao subsídio de desemprego, só podendo requerer-lo novamente ao fim de 90 dias"

Bem, com tantos papéis e apresentações no IEFP, não é que confundi as datas e fui á Junta 2 dias depois do prazo? E sabem o que aconteceu? Não me assinaram o papel, porque não estão autorizados a aceitar papeis fora do prazo... O QUÊ?... E AGORA!!!
"Tem de dirigir-se ao Centro de emprego!"

Lá vou eu a correr á loja do cidadão a pensar "e agora? e se fico sem o subsídio? Como é que pago a renda? E o que vou dizer ao meu marido?"
Lá no IEFP dizem-me "ah, mas você teve 15 dias p'a lá ir" - sim, mas com tantas cartas que vocês me enviam eu CONFUNDI AS DATAS! "Pois mas, isto agora não sei como vai ser... hum... deixe me ver... hum..." E vou perder o subsídio? "pois, se calhar..." NÃAAAAAAAAAAAOOOOOOOO, não pode ser! Mas a culpa é vossa que fartam-se de me enviar cartas p'a me apresentar em todo o lado e assim confundem-me toda.. sou só humana!

15 minutos depois...

Olhe, como tinha uma convocatória para vir aqui amanhã... (sim, foi essa mesmo que me confundiu com a data da aprs. na junta)... consegui introduzir os seus dados no computador e pronto... tem aqui um papel p'a ir daqui a 15 dias á junta.

O PAPEL! CONSEGUI O PAPEL! Ufa, sempre vou manter o subsídio de desemprego! Yupiiii! Estou salva!


Moral da história: Mas que m*rda é esta de pôr uma mãe de família a andar aos papéis p'a ir á junta e ao IEFP, só p'a receber carimbos e assinaturas? Arranjem-me mas é uma m*rda de um EMPREGO... F*da-se!

sinto-me 'dasssss
tags: ,

publicado por filhaemãe às 18:12 | link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De ladybug a 25 de Setembro de 2007 às 03:00
Estou a ver que estar no desemprego dá quase mais trabalho que estar empregado :) Caramba! Isso é que é burocracia! Boa sorte para arranjes emprego bem depressa. Beijoca,
Joana


Comentar post

O Blog de uma filha de sua mãe, que tem uma filha, da qual ela é a mãe...
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Para quem puder...

Já falta pouco...

Em destaque!

E um mês após ter iniciad...

Ena, afinal ainda cá ando...

Ao ponto que se chega...

É só para tirar o cheiro ...

Foi exactamente há 2 anos...

quanto à barra que coloqu...

Consequências de ser uma ...

arquivos

Novembro 2009

Outubro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

acidente

amigos

amizade

amor

amy winehouse

animais

avaria

blog

blogs

calor

câmara

casa

cigano

computador

condutores

creche

crianças

crise

cunhas

dah!?

desejos

desemprego

destaque

dieta

dinheiro

diz que até não é um mau blog

doença

dor de cabeça

emprego

entrevista

espiritualidade

estrada

eu

filhota

futebol

gente doida

governo

hipocrisia

iac!

infância

injustiça

ipss

irmã

lisboa

livros

mãe

marido

media

mentiras

metro

miséria

mudanças

mulheres

mundo

música

natureza

o segredo

óculos

país

palhaçada

parvoíces

pobreza

política

porto

portugal

prémio

role models

rsi

rua sésamo

sapo estúpido

ser mãe

slimmy

sociedade

sócrates

solidariedade

televisão

tempo

testes idiotas

trabalho

tralha

variedades

vida

vizinhos

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds