Quarta-feira, 20 de Agosto de 2008

O tempo para o blog agora não é muito, mas vou tentando passar cá regularmente!

No trabalho não tenho acesso à net, e por isso fica-me mais difícil dedicar-me ao meu e aos vossos blogs, mas cá em casa, sempre que tiver um tempinho livre, cá vou andar!

 

O trabalho que arranjei é na minha àrea, mas é abaixo das minhas habilitações! Como sabem, sou licenciada em Educação social, mas neste momento estou a trabalhar como ajudante de acção directa numa equipa de protocolo de RSI, que para quem não está por dentro, é para trabalhar com beneficiários do Rendimento Social de Inserção, o que se chamava anteriormente de Rendimento Mínimo Garantido... è um trabalho muito interessante, predominantemente de terreno, onde tenho oportunidade de desenvolver verdadeiramente pedagogia social junto de populações carenciadas (algo que as técnicas superiores da instituição não têm tempo), mas sou remunerada pela tabela baixa, pouco passando os 500€! Mas para quem esteve um ano a quase não chegar a ganhar 300€... estou quase rica! E como profissional estou a a prender imenso!

 

 

Agora... vem o corte e custura!

 

O meu trabalho consiste em fazer visitas domiciliárias... e vou-vos dizer... há casas, bem..., não sei se é do cheiro, se das baratas que andam pelo frigorífico, se do lixo que chega aos joelhos... mas há casas que se entra e se diz NO-SSA-SE-NHÔOOOO-RA!

 

É que vocês nunca mais me venham dizer que "ai que a minha casa tá tão desarrumada que parece uma pocilga!"... É que vocês não conseguem imaginar... o que é viver numa pocilga! E eu tenho na família gente que cria porcos... e eles vivem com mais higiene!

 

São famílias carenciadas, mas não é (só) de dinheiro! É mesmo de regras básicas de... tudo! Um litro de sonasol custa 1 euro (se for do LIDL é 0,59€), não é pelo dinheiro!

 

E esta gente tem filhos... muitos, e bebés pequeninos... Coitadas das crianças!

 

E sim é verdade, a grande maioria não quer fazer nada, não quer estudar, e quer é receber o rsi e que ninguém os chateie... E claro, são os NOSSOS descontos que os sustentam!

 

Mas vocês não fazem ideia como algumas famílias vivem! Eu que já conhecia muita da miséria da minha cidade não acreditei nos meus olhos... e no meu nariz! E isto não era em barracas... era em "apartamentos" em bairros sociais...

 

Só me ocorre escrever que "podes tirar as pessoas de dentro da barraca... mas não tiras a barraca de dentro das pessoas"!

 

Minhas amigas... somos todas umas princesas, vivemos em palácios e para além disso somos fadas do lar! As nossas casas não cheiram a esgoto, não temos animais de "estimação" na ordem das centenas e as nossas crianças comem "comida de gente" ou como diz a minha mãe "comida de lume"! E a gente consegue isso tudo e ainda andamos todo o dia fora de casa a trabalhar!

 

A sério... é impressionante! Deiam graças a Deus por terem tido umas mãezinhas (paizinhos e não só) que vos "obrigaram" a arrumar e a limpar uma casa, vos ensinaram a cozinhar, vos pressionaram a ter boas notas na escola (mesmo que não tenham tirado nenhum curso) e todas as coisas chatas que as mães fazem! A sério! É que esta gente não teve ninguém que lhes fizesse esse papel, e o resultado é este!

 

Digo-vos, depois de ver famílias assim penso que... sou rica! Sou rica porque consigo ser funcional, sou rica porque consigo satisfazer as minhas necessidades básicas, sou rica porque consigo dar conforto à minha família, sou rica porque consigo fazer o esforço de sair de casa todos os dias para ir trabalhar, sou rica porque tive uma família que me socializou para viver e ser autónoma neste mundo... mesmo que me falte sempre dinheiro para o que gostaria de ter!

 

E pronto, fico-me por aqui que o post já tá muito extenso... e também já tá na minha horinha de dormir....

 

E amanhã quando acordarem e se sentirem mal-dispostas porque têm de ir trabalhar pensem... vão trabalhar porque conseguem, sabem e podem!

 

Beijinhos!

 


sinto-me eu vi "coisas"... glup...

publicado por filhaemãe às 22:45 | link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De mamaediogo a 21 de Agosto de 2008 às 09:57
Bem, que coisa mais horrível, mas concordo plenamente ctg, as pessoas ñ são limpas pq ñ querem, gostam de viver na lixeira.....
é verdade, somos ricas, ouvindo essas histórias temos mm de ficar c/o ego cá em cima...
Bjs


De Anónimo a 25 de Agosto de 2008 às 14:52
É um retrato fiel da realidade que muitas pessoas querem mascarar com o esforço de socialização nem sempre bem sucedido. Realmente ser pobre não é sinónimo de ser porco. Já o tenho dito tantas vezes em conversas casuais e este post é a confirmação disso mesmo. Depois de o ler também eu me sinto mais rica, muito mais rica.
Célia R.


De Anónimo a 28 de Abril de 2009 às 20:05
Gostei de ler o teu post . Trabalho na mesma área que tu ( se me é permitido tal tratamento), faço exactamente a mesma coisa e assim como tu também sou licenciada (sociologia).
Só por curiosidade, a tua equipa, os teus superiores fazem ideia da tua formação? Ou assim como no meu caso, pensam que tens o 12ºano ?
Desculpa a intromissão, mas fiquei super curiosa assim que li o teu post !!


Comentar post

O Blog de uma filha de sua mãe, que tem uma filha, da qual ela é a mãe...
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Para quem puder...

Já falta pouco...

Em destaque!

E um mês após ter iniciad...

Ena, afinal ainda cá ando...

Ao ponto que se chega...

É só para tirar o cheiro ...

Foi exactamente há 2 anos...

quanto à barra que coloqu...

Consequências de ser uma ...

arquivos

Novembro 2009

Outubro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

acidente

amigos

amizade

amor

amy winehouse

animais

avaria

blog

blogs

calor

câmara

casa

cigano

computador

condutores

creche

crianças

crise

cunhas

dah!?

desejos

desemprego

destaque

dieta

dinheiro

diz que até não é um mau blog

doença

dor de cabeça

emprego

entrevista

espiritualidade

estrada

eu

filhota

futebol

gente doida

governo

hipocrisia

iac!

infância

injustiça

ipss

irmã

lisboa

livros

mãe

marido

media

mentiras

metro

miséria

mudanças

mulheres

mundo

música

natureza

o segredo

óculos

país

palhaçada

parvoíces

pobreza

política

porto

portugal

prémio

role models

rsi

rua sésamo

sapo estúpido

ser mãe

slimmy

sociedade

sócrates

solidariedade

televisão

tempo

testes idiotas

trabalho

tralha

variedades

vida

vizinhos

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds