Terça-feira, 11.12.07
Ultimamente a minha filhota anda muito carente de... mãe.
Anda sempre atrás de mim, chora se eu me afasto dela, se está com o pai e de repente me vê ... larga tudo e vem a correr atrás de mim, se a deixo por algum tempo começa logo a chorar "ó Mamã, mamã" como se tivesse acontecido uma desgraça... e quando volto, agarra-se a mim com uma força que até me marca o pescoço!
Se bem que houve alturas em que até achei giro esta "devoção" pela mãe acho que já está a ficar um pouco exagerado... Ao ponto de eu não conseguir fazer nada com ela cá em casa, porque agarra-se a mim como uma lapa e não me deixa afastar-me...
E o pior é que ultimamente quando vê a porta da creche começa a agarrar-se a mim e a choramingar, porque sabe que vou lá deixá-la, e eu sei que ela até gosta de andar lá... mas ver aqueles olhinhos a olhar para mim com ar de "não me deixes!" partem-me o coração! E eu sei que ela até fica bem, porque fico sempre uns 5 minutos atrás da porta a ouvir se ela chora mais e ela para quase mal a porta se fecha...
Deve ser uma fase... também o facto de andar com os 4 dentes caninos a romper ao mesmo tempo também não deve ajudar...
Enfim... mãe sofre!

sinto-me Tadita da filhota!
tags: , ,

publicado por filhaemãe às 13:29 | link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quinta-feira, 06.12.07
Que ternura!...




 






Até fico com vontade de... Mas com estes fracos incentivos à natalidade e o meu karma dos recibos verdes tá difícil... Vamos lá a ver...

Mas que linda prenda de Natal que era!

sinto-me Incentivos à Natalidade
tags: , ,

publicado por filhaemãe às 12:40 | link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 24.11.07
Pois é, andei um tempinho sem vir ao blog...

É que tive uma semana bastante atribulada em que ou não tinha tempo, ou não tinha cabeça para ligar o computador, ou então as duas coisas!...

Começou com a miúda cheia de febre e tosse no Domingo e uma consequente ida ao hospital. Chegamos lá por volta da meia-noite, em 5 minutos fomos chamados (uma rapidez impressionante!) mas depois estivemos lá até às 5 da manhã, porque havia suspeitas de peneumonia e lá teve que fazer raio-x, nebulizações, auscultações,...
No final vim com um diagnóstico de infecção vírica e nem um xaropezinho pá tosse me receitaram! Apenas disseram para vigiar se os sintomas se agravassem (febre muito alta, perda de apetite, respiração ofegante,...)e... mai nada!

O engraçado foi que enquanto esperávamos o resultado do raio-x (mais de 1 hora) a miúda deu um show na sala de espera que pôs todos os pais presentes a rir (os miúdos, como tavam doentinhos é que nem lhe ligaram). Fez as habilidades todas que conhecia, cantou a música das "doidas andam as galinhas" (que na versão dela resume-se a "cócórócócó hum, hum," com o dedo no nariz e o "pica, pica" com o dedo na mão, passou a noite a apontar para um desenho de um carro a fazer (pópó, vrummmmmm) batia palmas, chamava pelas pessoas, ria-se na cara delas, enfim, fez uma festa sozinha! Toda a gente que passava perguntava se ela estava doente, (e eu sim, sim, está até com 39º de febre!) os médicos olhavam de lado desconfiados, mas depois de ver o termómetro mudavam de cara... (pois, é que como tava sem sono, vim aqui ao hospital que o shopping tava fechado e tal...).

E lá teve a miúda a semana toda sem ir à creche,acordando 6/9 vezes por noite por causa da tosse e da febre. Mas como eu não posso faltar, que a trabalhar a recibo verde não se tem direito a nada, tinha de a levar para casa da minha sogra da parte de tarde, onde ela fazia sestas longas e fenomenais, enquanto que durante a manhã que estava comigo não parava quieta um minuto e eu sem ter dormido um sono de qualidade andava feita zombie atrás dela...

Com esta brincadeira toda, na quinta feira provoquei uma inundação cá em casa... Sim, fui mesmo eu... não foi a máquina de lavar, nem o cano da pia que rompeu,... fui mesmo eu, que em estado de zombie agudo depois de ter dado banho à miúda não fechei bem a torneira da água quente... mas o que agravou a situação foi que ao tirá-la da banheira ela puxou o "telefone" do chuveiro e ele ficou pousado no chão da casa de banho a verter... desde o meio-dia até às 6h da tarde...

Ainda por cima quem chegou primeiro a casa foi o môre... E levei um raspanete que fez-me sentir que ainda tinha 5 anos... E juro-vos que naquele momento tive mesmo 5 anos! Recuei ao tempo em que a minha mãe me dava daquelas broncas com razão, depois de ter feito uma grande asneira... Mas depois ficou tudo bem e não sei se foi por milagre ou não, mas os tacos do chão da minha casa estão direitinhos, não incharam nem descolaram, como se nunca tivessem estado debaixo de água durante algumas horas!...


E pronto, a casa está normal, a miúda está bem e eu estou de volta ao blog! E parece que tenho aí um desafio para responder!

sinto-me de volta ao blog!

publicado por filhaemãe às 22:12 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 30.10.07

Diz-me uma auxiliar da creche (com quem tenho bastante confiança):

-Eh pá, a sua filhota é mesmo uma maluca! A quem é que ela sai?
Digo eu, sai aos 2 não é, que quer o pai quer a mãe são assim um bocado para o atolambados!

E este comentário porquê... A minha filha é mesmo dada para a brincadeira, não pode ouvir um bocadinho de música que começa logo a dançar, a bater palmas e a marcar o ritmo a dar estalinhos com a língua (e já faz isto a sério desde os 8 meses... pelo menos foi quando me apercebi).
Quando vamos no metro mete-se com toda a gente e ai daquele que olhar para ela... tem direito a vir toda a viagem a ouvir uns Oiáaas! bem altos e uns sorrisos marotos (quando não são mesmo gargalhadas).. É o consolo das velhinhas que vêm no Metro... mas depois eu é que me lixo, que tenho que as aturar o resto da viagem a falarem dos seus netinhos... mesmo quando estes já estão na faculdade... e até tenho direito a ver fotos deles e tudo!

Ontem fui buscá-la à creche e a Educadora veio ter comigo um pouco aflita a dizer-me que a miúda tinha um galo na cabeça porque se pôs à... cabeçada ao espelho!
Pois, tive de tranquilizar que isso é "normal", porque em casa diverte-se a dar cabeçadas na parede e no chão!? (tipo muçulmano a rezar), e se nós lhe ralhamos... desmancha-se a rir! Mas também não dá assim tão de força, ao ponto de fazer um galo, cá para mim deve ter tropeçado e dado uma pancada mal dada... mas o facto de dar cabeçadas no espelho, não me surpreendeu!

Mas segundo a Educadora os meninos da creche adoram-na, principalmente o "rufia" da sala... Sim é que há lá um miúdo da sala dos meninos de 1 ano que "casca" nos outros meninos e eu própria já o vi por duas vezes a chegar-se à má-fila a outra criança e assapar-lhe forte e feio, uma vez com uma pá de plástico e outra mesmo ao murro...
Mas pelos vistos curte a minha miúda o que é bom, pelo menos é meiguinho com ela - diz até a Educadora que gosta de se encostar a ela (mau maria, isso já são cúnfias a mais!) e que ela não chora (ao contrário das outras choquinhas que ninguém se pode chegar a elas). A Educadora diz que ela é uma porreiraça, que tem um feitio muito sociável e assim cativa os outros meninos!

Mas pelos vistos a minha filha anda sempre atrás dum outro rapaz (ai a minha vida... não será muito cedo?)... Sim, parece que "persegue" o moço pela sala, deita-se no colo dele para ele lhe fazer festas!? e o moço também gosta dela, porque dá-lhe bola e alinha na brincadeira... Diz que ela é tão "maluca" por ele, que mal se apercebe que ele já acordou (na sesta depois do almoço) corre a ir ter com ele (deve ser um bocado cola, nenhum homem que eu conheço gosta de ser incomodado quando ainda não abriu bem os olhos... ai, ai, vou ter que lhe dar alguns ensinamentos amorosos!)

Quem não achou muita graça à história foi o pai, que disse logo que vai ter que antecipar a compra da caçadeira... que ele não quer malucos atrás da sua princesa... vão ter que se ver com ele!

Pois é, parece que com apenas um ano já vamos ter que lidar com problemas que seriam vividos só na adolescência... Já não me bastava ter que andar sempre a atrás dela para evitar que passe o dia a espalhar-se ao comprido (que ela mesmo antes de aprender a andar começou a correr!) vou ter que ter também umas conversas sérias sobre rapazes!

P.S. Na verdade estas brincadeiras são normais nestas idades... as crianças estão a descobrir-se e a desenvolver a capacidade de se relacionarem com os outros, de desenvolverem sentimentos e de tomarem consciência de quem são.
E fiquei comovida de ver que a minha filha nutre um carinho especial por um outro menino, pois vejo que ela gosta de estar na creche e dá-se bem com os outros bebés, não se importa de dividir a atenção dos adultos com os outros e tento imaginar o que pensa ela na sua cabecinha quando vê o rapazinho e desata a correr atrás dele, a rir-se toda contente!
E é muito bom ver que a nossa filha está bem integrada, não é maltratada pelos colegas, pelo contrário, dá-se bem com todos e todos gostam dela!
Tenho uma filhota que para além de ser liiiinda, é uma tasssse bem!

sinto-me Tão mamã babada!

publicado por filhaemãe às 12:16 | link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 24.09.07
De facto ninguém imagina o poder da publicidade... Como é que vocês explicam que uma miúda de 12 meses se cole completamente aos anúncios que passam na tv e ignore completamente os filmes e séries?
á excepção de alguns desenhos animados e das? Chiquititas??? a chavala só gosta de ver anúncios publicitários e até dança com a música deles.
Já se sabe que os publicitários criam anúncios para motivar o nosso inconsciente ao consumo, sendo que são usados vários truques para que as mensagens sejam gravadas na nossa mente. especialmente nas crianças, que são mais sensíveis.
Dado o efeito psicológico que causa na miúda devo dizer que os mais perigosos são:

Gelatina Royal (aquela dança é hipnótica acreditem, não olhem!)
Novo Punto (aquelas imagens que sobem ao som da música têm qualquer coisa...)
Sapo 25 (não sei o que ela vê nisso... mas vê!)
Todas as campanhas de regresso às aulas (estas são mesmo as mais perigosas, então a miúda nem anda na escola e vibra com os anúncios!)
Aquele do leite que dá "boas notas" e "ponta-pés de bicicleta" (um perigo... já a vi a tentar falar ao mesmo tempo que o miúdo... verdadeira manipulação psicológica)

E um dos mais perigosos de todos....

Os anúncios do eco-ponto "pequeno" e "já tou mais madurooo!" Aqui é mais grave, pois é uma campanha governamental... Talvez seja por isso que nunca mais consegui amassar um pacote de leite e pô-lo no lixo "normal" Parece que sempre que quase faço isso ouço dizer... "os meus braços cresceram... sei que não posso ter preguiça" Ai que até tenho pesadelos!!!

Não admira que a miúda fique hipnotizada!!!

Estamos a ser manipulados.. querem fazer de nós todos pequenos ecologistas!!! Mas aonde é que isto vai parar???

P.S. Podiam dizer vocês: Mas porque não desligas a tv e salvas a criança destas influência?


Porque depois como é que eu lhe dava a sopa sem que ela me cuspisse em cima? Sim que aquilo deve fazer mal às cabecinhas, mas o certo é que ela fica tão "colada" a vê-los que as colheres entram umas atrás das outras sem protestos e todas de seguidinha!

P.S.2: Este mundo está perdidinho de todo!

sinto-me TVdependente

publicado por filhaemãe às 22:49 | link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 21.09.07
Há dias que de manhã à tarde não se pode sair de noite... Ou outra coisa parecida...
O certo é que quando pior se está, pior se pode ficar... e é nos dias em que estamos mal que tudo acontece, não acreditam?
Então num dia em que acordo com uma dorzinha de cabeça que foi crescendo abruptamente ao longo do dia...
Em que tive de "dinamizar" uma sala de "estudo" de pirralhos mal-educados que nesse dia estavam com o diabo no corpo e aos quais eu não posso... gritar educar, porque os papás pagam caro e eles acham que podem mandar nas pessoas (e podem)
Chego à creche e a filhota estava com 39º de febre
Chego a casa e o marido foi andar de bicicleta com os amigos
A filhota não come e cospe tudo o que se lhe mete à boca
O maridão chega às 21h e quer jantar
e a dor de cabeça está já na fase em que fico com visão em túnel e já nem respondo ao que me dizem
e vou para o fogão cozinhar e nem suporto o cheiro da comida
E a miúda chora muito e a febre sobe aos 39,5º e o Ben-u-ron não faz nada
E lá vamos para as urgências às 22h e está cheia de miúdos aos gritos
(e já vos falei da minha dor de cabeça?)
E a miúda não tem nada nos ouvidos nem na garganta e lá vamos nós fazer análise à urina
E a miúda depois de mais de 1 hora não faz chichi
(e a minha cabeça que estalava... já me doía o pescoço, para além dos olhos ouvidos e até os dentes...)
E depois lá fez chichi e não tinha nada (virose???)
E o hospital não tinha a lista de farmácias de serviço (um hospital central???)
E lá corremos a cidade à procura de uma farmácia (para comprar ben-u-ron xarope, porque os supositórios são para os bebés com menos de 1 ano)
(e a minha dor de cabeça... cada vez pior!)


E lá me lembro de tomar um Dol-u-ron que a mim é a única coisa que me tira as dores, só que tem como efeito secundário pôr-me como se tivesse mandado duas garrafas de tintol ou se tivesse passado a noite a dar nas ganzas, porque fico toda trenga e só me rio ( a sério, é por isso que só tomo em casos de emergência...)
E a miúda faz depois uma cagada cócó com um cheiro nauseabundo (até para mim que sou a mãe) e como estava muito trenga peço ajuda ao maridão, e o gajo começa a ficar amarelo e quase vomita ali.
E eu em vez de o ajudar parto-me a rir... mas a rir feita perdida que até a miúda ficou a olhar, enquanto que o pai tentava segurar a comida no estômago...

Então a moral da história é ... quem ri por último ri melhor.. ou qualquer coisa assim do género...

sinto-me toda trenga

publicado por filhaemãe às 23:17 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 11.09.07
Parece impossível mas a minha filhota já tem 1 ano!
E parece ainda que foi ontem que ela estava na minha barriga... e já tá cá fora uma menina linda, inteligente e super-simpática, que todos cativa com o seu sorriso maravilhoso!

E a minha vida mudou como eu nunca imaginei que pudesse mudar, no instante que ela nasceu e não houve ainda uma mudança tão radical na minha vida que fosse tão sentida de forma tão natural, e ao mesmo tempo suave e abrupta, em que senti muitas vezes que o céu me caiu em cima enquanto que ao mesmo tempo sentia que tudo era como devia ser!

Acho que é isto que torna o ser mãe maravilhoso... É sentir aquele aperto no peito, aquela aflição se está tudo bem com os nossos filhos e ao mesmo tempo sentir o coração explodir de alegria sempre que eles nos sorriem... É uma montanha russa de sentimentos!

Agora compreendo o que a minha mãe dizia que depois de ser mãe, nunca mais teria descanso na vida! Não era a falta de horas de sono que ela se referia, mas sim ao facto de nunca mais ter uma vida totalmente despreocupada, de andar sem rumo no meio de banalidades.. Agora percebo a intranquilidade constante de pensar se está tudo bem com a minha filha, de acordar de noite e levantar-me para ver se está a respirar, mas também de sentir o meu coração cheio quando penso nela, nas coisas lindas que ela faz, no seu sorriso maravilhoso e aquele olhar mágico como se dissesse que sou a sua deusa! (quem é mãe sabe do que falo!)

sinto-me Mamã babada
tags: ,

publicado por filhaemãe às 11:49 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 04.07.07
A minha miúda já gatinha... é  oficial!
Deu hoje as suas primeiras gatinhadelas com destreza e determinação, tendo sido usado como isco os meus (desgraçados) óculos, sem os quais eu não consigo nitidez de imagem e sobre os quais ela nutre uma pequena obsessão...
Já no início da semana a tinha visto dar umas gatinhadelas atrás do nosso gato, ao qual ela se diverte a arrancar tufos de pêlo que o bichano aguenta estoicamente, como bom gato de família que é, mas depois deste início promissor a chavala deu-lhe um ataque de preguicite e deitou-se de papo pó ar, até porque estava a dar no Panda o "Pokoyo" e quando é assim fecha a tasca (pelo menos enquanto dá o genérico).
Desde os seus 6/7 meses que a chavala parecia que ia começar a gatinhar a todo o momento, mas, ou se punha de gatas, abanava-se mas não mexia as pernas nem os braços (parecia um carro com problemas no motor de arranque), ou então mexia as pernas e os braços, mas deitava o corpo no chão, como se estivesse a nadar, mas fora de água. Depois começou a movimentar-se, só que devia ter algum problema na caixa de velocidades, porque sempre que queria ir pá frente, andava pa trás, o que a deixava num estado de frustração e irritação, que descambava quase sempre num berreiro, que obrigava os adultos presentes a pegar-lhe ao colo e leva-la onde queria.
Como ela queria mesmo muito chegar aqueles objectos que ninguém lhe deixava, mas que ela teimava que havia de lhe pôr as mãos, arranjou uma técnica eficaz, que era o de rebolar até chegar onde queria.. eficaz, mas cansativo, o que também devia dar uma "oura" muito grande, principalmente se o que queria estivesse na outra ponta da sala...
Bem mas hoje conseguiu! Gatinhou pá frente, pó lado, fez inversão de marcha e até estacionou (não, nisto já tou a brincar!!!).
E pronto, é oficial a MINHA FILHA JÁ GATINHA!

sinto-me mãe babada cheia de orgulho!
tags:

publicado por filhaemãe às 22:13 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

O Blog de uma filha de sua mãe, que tem uma filha, da qual ela é a mãe...
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Foi exactamente há 2 anos...

Oi!...

E aos 22 meses...

Feliz dia da Criança Filh...

Dona de Blog e Mãe desesp...

E o que é que se faz?

E depois de tantas ameaça...

Quando é que chega o verã...

Amigas... voltei!

É assim mesmo filhota!

arquivos

Novembro 2009

Outubro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

acidente

amigos

amizade

amor

amy winehouse

animais

avaria

blog

blogs

calor

câmara

casa

cigano

computador

condutores

creche

crianças

crise

cunhas

dah!?

desejos

desemprego

destaque

dieta

dinheiro

diz que até não é um mau blog

doença

dor de cabeça

emprego

entrevista

espiritualidade

estrada

eu

filhota

futebol

gente doida

governo

hipocrisia

iac!

infância

injustiça

ipss

irmã

lisboa

livros

mãe

marido

media

mentiras

metro

miséria

mudanças

mulheres

mundo

música

natureza

o segredo

óculos

país

palhaçada

parvoíces

pobreza

política

porto

portugal

prémio

role models

rsi

rua sésamo

sapo estúpido

ser mãe

slimmy

sociedade

sócrates

solidariedade

televisão

tempo

testes idiotas

trabalho

tralha

variedades

vida

vizinhos

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds